À beira do penhasco

Os jornalistas aliados de tucanos e jaburus nunca vão dizer o que todo mundo sabe: se a greve geral tiver o tamanho esperado, o governo pode começar a cair.
Estão certos os que dizem que rodoviários, aeroviários, metroviários e bancários são decisivos para o êxito da greve. Sempre foram. Mas uma categoria é ainda mais importante desta vez: os professores.
Se as escolas pararem, a quadrilha do Jaburu estará à beira do penhasco. E depois? Haverá eleição indireta? Quem assumirá?
Aí é outra conversa. Vamos por partes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


1 + 9 =