A direita bacana tem medo dele

Bolsonaro deixou de ser uma hipótese esdrúxula e passou a ser uma possibilidade real como candidato da direita às eleições de 2018. Lula venceria a eleição no primeiro e no segundo turno, conforme pesquisa da Confederação Nacional do Transporte. E Bolsonaro poderia ser o adversário.

Não é Aécio, nem Alckmin, nem Serra, nem Marina. O candidato que cresce é Bolsonaro, o sujeito que está sendo processado, com autorização do Supremo, por ter feito repetidos ataques machistas e covardes à deputada Maria do Rosário.

Bolsonaro, o deputado sem freios, das declarações racistas e homofóbicas, aplaudido na Avenida Paulista e no Parcão por homens e mulheres com a camiseta da Seleção, seria então o candidato ideal da direita? De uma certa direita, sim. De outra direita mais convencional, a direita mais bacana, não?

Mas por que não, se ele foi ovacionado pela classe média golpista em todo o Brasil? Porque Bolsonaro foi longe demais como alternativa a uma eleição. Bolsonaro era o cara para bater no PT, em Lula, em Dilma e nas esquerdas e agredir feministas, gays e negros. Mas não para ser candidato.

Bolsonaro é a excrescência que uma fatia da direita, assim como ocorreu com parte dos republicanos em relação a Trump, não quer ver por perto. Trump tem o glamour do bilionário gestor, que vai recuperar empregos, pôr a correr mexicanos e muçulmanos e restaurar o orgulho americano.

Bolsonaro é um ogro, usado pela direita branca apenas como instrumento de disseminação de ódio, preconceito, medo da ascensão dos pobres e desconforto com a classe média que passou a viajar de avião e a frequentar a universidade.

Essa classe média tradicional, que se diz com berço, mais cheirosa, não almeja um Bolsonaro como candidato. Pretendia que ele fosse apenas uma marionete de seus impulsos mais cruéis. Por isso, temos lido cronistas golpistas diversos, inclusive alguns cronistas gaúchos mais fofos, atacando Bolsonaro, com pelo menos quatro anos de atraso. Por que não atacavam antes?

Porque só agora Bolsonaro é um problema. Bolsonaro pode tirar um tucano qualquer do páreo. Bolsonaro é uma ameaça a Aécio. É preciso não brincar com Bolsonaro.

É ingrata demais a direita que agora ataca ou despreza Bolsonaro, depois de pedir que ele fizesse o serviço da boca suja.

One thought on “A direita bacana tem medo dele

  1. BOLSONARO É A MELHOR OPÇÃO PARA MUDAR O BRASIL. O POVO BRASILEIRO SE CANSOU DOS CORRUPTOS QUE JOGARAM O PAIS NA LAMA DA CORRUPÇÃO E EM UMA CRISE PROFUNDA. BOLSONARO É FICHA LIMPA, É UM POLITICO HONRADO. NÃO TEM PRA NINGUÉM. #2018SOMOS TODOS BOLSONAROPRESIDENTE…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


9 + 4 =