A resposta de Sorín ao amigo de Bolsonaro

Não há hoje no Brasil ninguém parecido com Juan Pablo Sorín, ex-lateral da seleção argentina, que jogou no Barcelona e no Cruzeiro. Sorín foi um craque. É politizado, engajado a questões sociais e tem uma mente brilhante.
Desde ontem, ele está na capa do jornal Página 12, porque Maurício Macri disse mais uma de suas bobagens.
O amigo de Bolsonaro afirmou no Twitter que “o sonho de qualquer menino, que alguma vez chutou uma bola contra uma parede, é jogar na Champions League”.
Sorín respondeu de um jeito que ninguém do meio dito futebolístico do Brasil responderia:
“Presidente, desculpe, mas cada vez que jogava a bola contra a parede eu sonhava com o futebol de várzea, com as crianças, os mais pobres. Meu sonho verdadeiro era ser profissional em meu país e no clube pelo qual eu torço e, claro, o sonho de vestir a camiseta argentina um dia, como Diego (Maradona), Bocha (Bochini), Beto (Alonso), Bichi (Borghi) e tantos gênios para admirar”.
Por isso eles têm Sorín e nós temos Neymar.

One thought on “A resposta de Sorín ao amigo de Bolsonaro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


8 + 2 =