Ajuda

Professora Céli Pinto, me ajude. Se a produção e a publicação de textos científicos da área das ciências sociais, das humanidades e da linguística dobraram de 2008 a 2017 no Brasil, como mostra hoje na Folha a professora e pesquisadora da Unicamp Sabine Righetti, por que o Brasil também produziu tantas ignorâncias?
O que se passa com um país que ampliou seus saberes, a formação e a produção de seus mestres e de seus estudantes e as possibilidades de acesso dos jovens à universidade e, ao mesmo tempo, viu se criar um ambiente propício à consagração de alguém com o perfil tenebroso de Bolsonaro?
Que ralo engoliu tanto avanço social e tanto saber? Me ajude, professora Céli Pinto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


7 + 1 =