AMEAÇAS E ARAPONGAGENS

Mais uma denúncia contra os métodos de Sergio Moro. A jornalista Monica Bergamo, que ele define como colunista social, informa hoje que a notícia da investigação do Coaf contra Glenn Greenwald, do Intercept, é vista por ministros do TCU como uma ameaça de gente ligada ao ex-juiz.
O aparelhamento do Estado teria chegado ao ponto de provocar a divulgação de falsas notícias saídas de dentro do governo contra inimigos do bolsonarismo.
O site Antagonista consagrou-se como o porta-voz dos milicianos que ameaçam Greenwald quase todos os dias.
O TCU aguarda do Ministério da Fazenda a informação sobre a possível sindicância em torno das movimentações financeiras do jornalista.
A investigação talvez não seja formal, e aí Paulo Guedes dirá ao TCU que não há nada, que ele, e não Moro, é quem comanda o Coaf.
Mas os arapongas de Moro podem estar trabalhando por fora, de acordo com os métodos da Lava-Jato. É o que diz a Folha.
E o ex-juiz preparando as malas para sair de férias e reenergizar o corpo.
É hora de ler e reler sobre os métodos do nazismo e do fascismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


9 + 5 =