Battisti e a dancinha

Leio em comentários aqui no facebook que a prisão de Cesare Battisti seria o maior feito do governo Bolsonaro até o momento. Dizem que Eduardo Bolsonaro, o mais inquieto dos filhos, comemora sem parar.
Mas a prisão foi feita pela Interpol na Bolívia, ou alguém imagina que a polícia de Sergio Moro (que ainda não apurou nada sobre os que tentam impedir a identificação dos assassinos de Marielle) pode prender alguém em outro país?
Como a prisão de Battisti não é um feito bolsonarista, constata-se então que Bolsonaro não conseguiu nada até agora, em 13 dias de governo. Só confusão.
O maior feito de Bolsonaro nesse tempo todo estaria na área artística. A dancinha da família do Queiroz, empregada de Flavio Bolsonaro, foi a grande obra do bolsonarismo.
Obra cultural coletiva de puro improviso, com imaginação e ginga, típica da arte brasileira. E sem apoio da Lei Rouanet.
(A visão que Damares teve de Jesus na goiabeira poderia concorrer na área de efeitos especiais, mas é de antes do começo do governo.)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


3 + 2 =