Confusos

Li quatro jornalistas amigos da turma do Jaburu agora de manhã. Dois estão confusos, um mantém a fidelidade ao golpe e o outro desistiu. Um deles está falando hoje, acredite, de um personagem do Banco Central russo na Revolução de 17.

Dos jornalistas golpistas, eu prefiro os fofos. Os fofos exaltam as mulheres do século 20, são líricos, poéticos, citam Alexandre, o Grande, adoram Gandhi, escrevem sobre as criancinhas do Brasil e depois atiçam as hienas da direita contra quem estiver por perto.

E mais adiante, porque são cínicos juramentados, os fofos escrevem contra as hienas que eles atiçaram contra os que combatem o golpe.

Mas o certo é que os jornalistas da direita estão bem atrapalhados. No meio da confusão com o pacote de dinheiro do Yunes e do Padilha, não é hora de despistar e escrever sobre a sobre a Revolução Russa. Ou talvez seja.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


8 + 1 =