Controle total

Os jornais contam que Aécio Neves circula de novo com a desenvoltura e o charme de líder tucano em Brasília.

Padilha dá entrevista com a segurança e o humor de quem vai ganhar de goleada na quarta-feira na votação da denúncia na Câmara e ainda esnoba o apoio do PSDB.

O jaburu-rei diz que a economia está em franca recuperação e faz banquetes sobre os escombros e os cadáveres do Rio como um general americano em Bagdá.

Geddel passeia de bermuda floral e sem tornozeleira pelas praias de Salvador.

Serra parece quieto e esquecido de que tem o equivalente a R$ 23 milhões na Suíça, mas manda dizer por seus amigos da imprensa que será candidato em 2018.

Para todos eles, a Lava-Jato é apenas um gás de pimenta vencido. Arde um pouco, mas a vida segue, pois a Lava-Jato foi feita só para pegar Lula e Dilma.

Nunca, nem na ditadura, foi tão fácil, tão bom e tão rentável ser golpista e corrupto de direita.

Porque na ditadura ainda havia o medo da reação popular.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


9 + 9 =