É duro ser independente

Os amigos abandonaram o homem do Jaburu. Muitos continuam fazendo onda, como se estivessem por perto, para não debandarem de repente. É apenas parte da encenação.

A revista Veja, por exemplo, deu capa ontem em seu site a uma reportagem que mostra o cerco do Tribunal Superior Eleitoral ao vice no exercício interino da presidência (até o próximo golpe para que um tucano assuma).

A reportagem, com texto precário (saudade dos bons tempos dos textos exemplares da Veja de Mino Carta), tem este título: “Novas evidências ampliam chances de cassação de Temer”.

O homem do Jaburu pode até ter correspondido às expectativas gerais da imprensa amiga, mas parece que não atendeu como devia algumas demandas mais específicas do meio. A imprensa independente está na dependência do atendimento de uma série de demandas. É duro ser independente no Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


2 + 7 =