Gigantes

Nos encontramos ontem no lançamento do jornal Brasil de Fato. O meu amigo Emílio Pedroso flagrou o momento em que eu fazia o que deveria ser feito: ouvi-los.
Até falei um pouco, mas o que mais fiz foi mesmo ouvi-los. É o que me basta. Ficaria ali ouvindo Olívio Dutra e Raul Pont até mandarem fechar o Memorial Luiz Carlos Prestes.
Eu sei, todos sabemos que Porto Alegre tem muita saudade deles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


9 + 7 =