JANOT NÃO MANDAVA EM DALLAGNOL

Pela sequência de informações divulgadas sobre o livro de Rodrigo Janot, fica cada vez mais evidente que o procurador-geral não mandava na sua turma de Curitiba.
Deltan Dallagnol fazia tudo, inclusive desafiar as ordens de Janot, para corresponder às expectativas de Sergio Moro.
Janot, que deveria ser o chefe de Dallagnol, era manobrado pelo procurador que pretendia ficar rico fazendo palestras.
Está no livro que Dallagnol foi quem inventou, desafiando uma ordem em contrário de Janot, a história do power point em que Lula é apresentado, sem provas, mas com convicções, como chefe de uma quadrilha.
Janot, um líder que não mandava em ninguém, é o maior acusador da falta de escrúpulos de alguém que deveria ser seu subordinado.
Janot condena Dallagnol publicamente. O procurador só irá se safar se contar com a proteção corporativa do Conselho Nacional do Ministério Público.
Dallagnol era uma aberração funcional, segundo o homem que pensou um dia em matar Gilmar Mendes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


3 + 6 =