Mais uma do gari tucano

João Doria Júnior está processando (já com despacho favorável de um juiz) os organizadores de um evento virtual em São Paulo, que debocham das suas decisões sobre a Virada Cultural.
Na ditadura, os militares passaram a perseguir quem fazia ironias com o governo, mas a reação geral os obrigou a calibrar a repressão.
Em tempos de democracia, quando o Judiciário ratifica a perseguição a críticos de um prefeito tucano, é porque a coisa ficou feia mesmo.
Golpistas sempre lidaram muito mal com o riso e o humor, mas a Justiça não pode ser cúmplice desta gente.
Confirmam-se as previsões de que a direita cumpre agora a nova etapa do golpe, recorrendo ao Judiciário para intimidar e fazer valer sua postura autoritária, mesmo com quem faz humor.
E dizem que as instituições estão funcionando. Estão mesmo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


9 + 6 =