O cara da metralhadora

O famoso Bar Luiz, no centro do Rio, pode fechar no sábado porque tem dívidas e perdeu clientela. Mas ainda tentam salvá-lo.
Gente de todas as áreas se mobiliza pra chamar a atenção para a situação do bar e adiar o fechamento. E aí o governador do Rio avisa que vai aparecer lá e tomar uns chopis.
Agora, pensa bem. Tu tá lá com a tua turma e aparece Witzel, o cara da metralhadora, pra fazer marketing.
O bolsonarista chega e começa a confraternizar com todo mundo, como se fosse parte do lugar, com aquele jeitão folgado de amigo de miliciano. Não dá.
Coitados dos que tentam salvar o Bar Luiz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


8 + 2 =