O cerco a Lula e a “legalidade jurídica”

É hoje o novo depoimento de Lula ao juiz Sergio Moro. Pode se sair bem, pode dar outros dribles no juiz, mas não será o suficiente. A não ser que Lula consiga, durante uma audiência como essa, cometer um surpreendente gesto político que confronte a Lava-Jato com sua deliberada e explicitada imperfeição seletiva.
Até o final do ano, Lula será massacrado por uma dúzia de processos. Não há como escapar. Por isso é preciso acompanhar a audiência de hoje pensando em uma frase com grande poder de síntese do cientista político Juarez Guimarães, da Universidade Federal de Minas Gerais.
Foi dita ao Marco Weissheimer, sobre a crise política e o suporte do Judiciário à perseguição a Lula e Dilma, e publicada há pouco tempo em entrevista no Sul21. Esta é a frase:
“Qualquer pensamento político que se estreitar no plano da legalidade jurídica estará cometendo um gravíssimo erro”.
O cientista não deve ter pedido, mas, por tudo que se vê todos os dias, eu publico agora “legalidade jurídica” entre aspas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


2 + 5 =