Recuo

Ontem, a Globo deu 10 passos à frente, no Jornal Nacional, no caso da máfia do WhatsApp, com uma surpreendente cobertura da manchete da Folha.
Hoje, recuou nove passos e deu uma senha: o TSE e a Polícia Federal vão dizer amanhã, na anunciada coletiva à imprensa, que investigam todo mundo, e não só a campanha de Bolsonaro e seus financiadores na disseminação de notícias falsas.
Só um fato pode salvar a eleição da fraude. Se a Folha aprofundar a investigação sobre o funcionamento da máfia do WhatsApp e obrigar a Globo a retomar o assunto.
Tudo isso se a Folha, a Globo e o resto da grande imprensa não forem pressionadas pelas ‘instituições’ a recuarem na abordagem do assunto.
Se as instituições se acovardaram, desde o golpe contra Dilma, não se surpreendam se o jornalismo também se acovardar ainda mais.
O único que não pode se acovardar é o povo, que já sabe que houve fraude, incluindo aí a classe média que pode evitar a tragédia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


2 + 4 =