Ressuscitaram o Ottomar

ottomar

Gilmar Mendes no dia 7 de abril deste ano, ao comentar (ele comenta tudo) o julgamento das contas de Dilma-Temer na campanha eleitoral de 2014:

“Não há jurisprudência no TSE a propósito. Em geral, o que o tribunal tem dito é que a cassação do cabeça de chapa afeta também o vice”.

Gilmar Mendes hoje, dia 6 de junho, sobre o mesmo caso: a coisa mudou, porque ele examinou o processo do ex-governador de Roraima Ottomar Pinto, que era julgado por crime eleitoral, mas morreu durante o processo.

Seu vice assumiu e foi inocentado, porque o tribunal entendeu que o responsável pelas contas é o titular da chapa.

De modos que Ottomar pode salvar Michel Temer:

“Essa é uma pista que se tem dessa matéria, mas será um novo caso, com novas configurações”, disse o Mendes.

Em dois meses, a jurisprudência dá saltos fantásticos. Só que Ottomar está morto desde 2007. Gilmar Mendes ressuscita o que for preciso.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


5 + 2 =