Sônia e Alinne

Foi bom ouvir de novo o grito de guerra dos sem-teto, ontem, na ocupação de São Bernardo do Campo que recepcionou Caetano, Sônia Braga e outros artistas (engraçado que eles podiam reunir milhares de pessoas, ver Caetano no palco, ouvir discursos, mas ninguém podia cantar, porque a Justiça não deixou. Discursar pode, mas cantar não pode).
Vi no canal da Mídia Ninja. O Brasil todo poderia reforçar este grito, em algum momento, quando o trauma das panelas finalmente for embora: “Aqui está o povo sem medo, sem medo de lutar”.
Hoje acordei otimista, porque só de ver a Sônia Braga diante daquele monte de gente já faz bem. Viva Sônia Braga. Viva Alinne Moraes. Que outros artistas sem medo podem se juntar a elas?

2 thoughts on “Sônia e Alinne

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


8 + 2 =