O inocente

O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, que aparece todos os dias no Jornal Nacional pregando a moralização do setor da carne, também é um sujeito sob suspeita.
O rei da soja, grande devastador de florestas para produzir grãos e criar gado, teve os bens bloqueados no Mato Grosso num processo por corrupção e é citado como integrante da lista de propineiros do Janot.
Entre as figuras do agronegócio, que se envolveram agora com o caso da carne podre, o único inocente por enquanto é o boi.