O FIASCO DO CALDEIRÃO EM DAVOS

Luciano Huck arrasou em Davos. É o que os sites estão noticiando com destaque, depois de uma palestra em que se apresentou como candidato a candidato à eleição de 2022.
Acreditem no que vocês lerão a seguir, de trecho de reportagem do Terra:
“Huck chegou a citar casos de assistência social exibidos em sua atração na Globo para ressaltar a importância do combate à desigualdade”.
Casos de altruísmo patrocinado, mostrados no Caldeirão do Huck, são apresentados em Davos como exemplos da compreensão que o moço tem das desigualdades e de como acha que ajuda a combatê-las.
Parece uma notícia fake de tão grotesca. E a cara dos magnatas de Davos diante de um sujeito que os considera otários?
O Globo dá em manchete do site o que Huck contou aos milionários e seus seguidores:
“Em Davos, Luciano Huck diz que protestos na América Latina são fruto da desigualdade”.
Um apresentador de TV do Brasil, que vive da exploração das misérias como espetáculo, vai à Suíça, no maior encontro do capitalismo mundial, para anunciar uma descoberta: as pessoas saem às ruas para denunciar desigualdades.
A direita brasileira deve tentar se controlar, ou outros, além de Bolsonaro, levarão os vexames nacionais para o mundo. Essa do Caldeirão é de envergonhar um Maluf.