O futebol bolsonarista

O caráter do Brasil bolsonarista se manifesta em todas as áreas. Essa dos 102 conselheiros do Vasco que se rebelaram pelo gesto de solidariedade do clube com o Flamengo, pela morte dos 10 atletas adolescentes, é mais uma manifestação de um país brutalizado sob a inspiração de Bolsonaro.
Essas figuras sinistras não aceitam que o Vasco tenha aplicado na camiseta do time, em jogo desta semana, o escudo do Flamengo. Porque usar o escudo de um adversário é desrespeitar os estatuto do clube.
A direção do Vasco homenageou muio mais os flamenguistas do que o rival. Mas vai tentar explicar isso a sujeitos que usam o futebol apenas como pretexto para odiar.
O sentido do gesto é óbvio: dizer que, em meio a um drama coletivo, o futebol é o que menos importa, que a rivalidade não vale nada numa hora dessas.
É um gesto grandioso de solidariedade. Mas a direita não é solidária nem em tragédias.