AS IGNORÂNCIAS

Volto ao tema das ignorâncias. Saiu agora uma pesquisa que deixa o Brasil muito mal como país que está fora da realidade.

O Instituto britânico Ipsos Mori entrevistou pessoas de 38 países, para saber o que elas pensam sobre economia, costumes, indicadores sociais, criminalidade e outros assuntos.

O próprio Ipsos já chamou a pesquisa de Índice de Ignorância. O Brasil é o penúltimo colocado em percepção da realidade (só ganha da África do Sul). Em 36 países seus habitantes sabem mais das suas realidades do que os brasileiros sabem do seu próprio país.

Os brasileiros pensam que moram em outro país. Os líderes, os que mais sabem das próprias realidades, são os habitantes da Suécia, Noruega, Dinamarca, Espanha e Montenegro.

Li detalhes da pesquisa, que lida com respostas com informações aproximadas sobre índices, por exemplo. Acho que tem muita bobagem (como alguém vai saber, mesmo que como chute, qual é o índice de adolescentes grávidas no Brasil). Mas, no geral, mostra que a população recebe uma enxurrada de informações distorcidas ou superestimadas da TV, do rádio, dos jornais, dos políticos, das pessoas que fazem a cabeça média da maioria sobre o país e o mundo (fora a informação sonegada).

É com isso que o golpe conta para continuar evoluindo. Os golpistas finalmente perceberam, quando começaram a golpear Dilma e a perseguir Lula, que a desinformação é maior do que se pensava. E que é possível produzir ainda mais desinformação. As ignorâncias mantêm uma população na inércia.

Mas as esquerdas não gostam de tocar no assunto. Porque levar em conta esse dado seria considerar o povo ignorante e admitir os erros da própria esquerda. Não. Ninguém classifica ninguém como ignorante. O que se passa no Brasil é que o povo está submerso em ignorâncias produzidas.

O golpe produz ignorâncias e conta com isso para se manter. O brasileiro que elegeu Doria e o gestor Despacito foi engambelado por essa gente. O Brasil precisa reagir à produção de ignorâncias. O Brasil arcaico tem o domínio de tudo. Esqueça a CIA, o FBI, o Trump.

O Brasil que não sabe o que é vem sendo manipulado pelo Caiado, pelo Bolsonaro, pelo pato da Fiesp, pelo Pauderney, pelo Aécio, pelo Padilha e pelo Quadrilhão. Eles não precisam da CIA para fazer o que têm feito. Só precisam dos bancos, dos empresários e da imprensa.

O Brasil das ignorâncias existe porque não conseguimos enfrentar o Brasil arcaico. As ignorâncias são um produto nacional.