A excursão do Quadrilhão

O Quadrilhão denunciado por Rodrigo Janot viaja para Nova York amanhã. O jaburu-da-mala, Eliseu Padilha, Moreira Franco e uma chusma de subalternos que os auxiliam na condução do trem da economia, da moralidade e da esperança.
Janot queria que todos eles fossem para a Papuda junto com Aécio. Os três vão à ONU e à Casa Branca e depois vão às compras. E Aécio anda por aí. A Papuda que espere.

Janot quer apito

Janot, além de ter flecha mole contra a direita, é atrapalhado. Qualquer marqueteiro de quinta categoria sabe que ele não poderia denunciar Lula e Dilma no dia da descoberta do tesouro do Geddel.
Janot queria ficar com a imagem de que assim ajudou a direita a tirar as malas de Geddel da manchete dos jornais?
Se essa era a intenção, está feito. Mas é uma barbeiragem que um índio com o cocar de Janot não poderia cometer.

O imitador de índio

Bem no meio do escândalo que quebra suas flechas de bambu e fortalece a direita golpista, o procurador-geral decide denunciar Lula e Dilma como participantes de uma quadrilha.
Cumpre-se a ameaça do powerpoint de Dallagnol, no dia em que o país fica sabendo que Geddel guardava malas com R$ 40 milhões dele e de seus sócios no golpe.
Fica cada vez mais evidente que Ministério Público e Judiciário são protagonistas sem disfarces e não só coadjuvantes dos movimentos que reafirmam o golpe.
Se a flecha guardada para o jaburu-da-mala for de borracha com ventosa, Janot estará condenado a ser o mais patético e trágico imitador de índio da História.

O jaburu-da-mala vai escapar?

Um procurador facilita a vida de um futuro delator, quando do encaminhamento do acordo que iria resultar na denúncia contra o jaburu.  Já sob suspeita do Ministério Público, deixa a função pública e, antes mesmo da delação, decide trabalhar como advogado do mafioso.

É grave o que aconteceu entre o ex-procurador Marcelo Miller e Joesley Batista. Mas é o suficiente para livrar a cara do jaburu-da-mala?

Vamos rememorar o que aconteceu. Feito o acordo, o delator entrega a gravação de uma conversa sua com o jaburu em que este pede que mantenha Eduardo Cunha calado. O delator ganha o benefício da delação e não é preso.

Também ficamos sabendo, por um vídeo, como uma mula a serviço do jaburu, o ex-deputado e seu assessor especial Rocha Loures, pega uma mala com R$ 500 mil de propina.

E o delator disso tudo fica livre. Esse benefício sempre foi questionado por juristas e gente do Ministério Público e da Justiça.

Um delator envolvido em rolo de bilhões, que denuncia o sujeito que está no poder (e mandou uma mula pegar a mala de Joesley), beneficia-se de um acordo que o deixa livre para viajar a Nova York e continuar solto para sempre.

Mas agora vem a grande questão: o que o país ganhará com a destruição do que foi delatado só porque um procurador facilitou a vida de Joesley, na preparação da delação e certamente de seus benefícios, e depois virou seu empregado?

O procurador forjou provas? Ajudou a forjar? Traficou influência para que Joesley ficasse livre depois da delação?

Joesley forçou o jaburu a dizer que deveria ajudar Cunha com uma mesada em dinheiro para mantê-lo calado? Joesley forçou o jaburu a mandar Rocha Loures buscar a mala com a propina de R$ 500 mil?

O jaburu que liderou o golpe é um ingênuo submetido às armadilhas de Joesley? O ex-procurador ajudou a montar estas armadilhas?

Por favor. No que o fato grave da relação do procurador com o delator desqualifica o que foi denunciado contra o jaburu-da-mala? O problema é que agora os formalismos jurídicos entram em cena para favorecer de novo um dos chefes da direita e do golpe.

A controversa e suspeita (use a palavra que quiser) Justiça brasileira não conseguirá tratar o caso na sua gravidade específica. Joesley e o ex-procurador serão punidos e pronto? Não.

O procurador será acusado de ter influenciado o Ministério Público na concessão do benefício que deixou o delator livre, e tudo o que aconteceu até aqui pode também ser desmontado. O jaburu vai escapar?

Quem são?

Multiplicam-se as especulações favoráveis ao jaburu-da-mala, com a possibilidade de anulação das delações e provas que envolvem Joesley. A imprensa põe de novo o jaburu no colo e começa a abandonar Janot.

Na última hora, a direita sempre consegue se safar. O Brasil não poderia mesmo ficar na dependência apenas das flechas de Janot.

E quem são os “agentes” do Supremo envolvidos no novo escândalo?

A direita vai escapar de novo?

Uma das perguntas da semana: o que os políticos do PP alcançados pelas flechas do Janot têm a dizer? Todos os 30 denunciados por organização criminosa apoiaram o golpe (os nomes estão sob sigilo) e saíram pelo país a fazer pregações moralistas.
Um delatado pelo doleiro Youssef como recebedor de propina da Petrobras, há dois anos, chegou a dizer que o partido dele havia acabado com a denúncia. A velha Arena finalmente teria chegado ao fim. Chorou, se despedaçou ao vivo. E está aí de novo dando entrevistas (não cito seu nome porque não sei se faz parte da lista de denunciados).
Alguém da direita será finalmente condenado pela Lava-Jato? Vão pegar os corruptos do PP que faziam parte do que o Ministério Público definia como quadrilhão? Ou as últimas flechas de Janot têm a ponta rombuda?

Amigos, mafiosos e casualidades

A Folha de S. Paulo ouviu juristas diversos sobre a situação de Gilmar Mendes como amigo de pessoas influentes e de mafiosos que acabam envolvidos em algum processo que passa por ele.
A conclusão geral é a da casualidade, e não a do compadrio. Mendes não é assim tão amigo de ninguém.
O caso tratado é o da suspeição levantada por Janot em torno do processo do mafioso dos ônibus do Rio, tão íntimo que Mendes foi padrinho de casamento da filha do homem.
Mas, por casualidade, Mendes está sempre envolvido ou com essas figuras ou com algum processo que tenha como personagens Aécio ou o jaburu-da-mala, entre outros.
Segundo a maioria dos juristas, é tudo normal. Porque ninguém pode impedir que um juiz do porte de Gilmar Mendes tenha amizades e que essas amizades, por acaso, respondam a processos por atividades mafiosas. E que esses processos, por acaso, caiam nas mãos de Mendes. E muito menos que sua mulher tenha trabalhado, por acaso, para escritórios nos quais os mafiosos são defendidos.
Por tudo isso, o conluio pode ser maior do que o imaginado por Jucá, que incluída o Supremo. O conluio inclui juristas e altas sumidades do Direito. Os mais divertidos são sempre os ‘especialistas’ em alguma coisa da FGV.

As flechas de Janot

Janot está atirando flechas em alvos previsíveis. Jucá, Renan Calheiros, Sarney, Garibaldi Alves… Todos são alvos de quermesse, é uma turma manjada.
Janot tem até 17 de setembro para provar que tem uma flecha especial para o jaburu-da-mala. Isso é o que importa.
Se não tiver, terá se esvaído o tempo do procurador-geral e não haverá muito a fazer. Como diria Adoniran Barbosa, Janot poderia ter tentado antes pelo menos um tiro ao álvaro.
Mas Janot gosta de flechas de bambu. São nossos índios românticos contra a direita branca e suas bazucas. É uma guerra desigual demais.

Janot flechou Jucá

(MAS CONSEGUIRÁ FLECHAR O JABURU-DA-MALA DE NOVO?)

Rodrigo Janot deixa a Procuradoria-Geral no dia 17 de setembro. Janot tem pouco tempo para usar, se é que tem, a flecha de prata contra o jaburu-da-mala.

Hoje, ele atirou uma flecha, dessas com ventosa de borracha, na testa de Romero Jucá. Jucá deu entrevista com a flecha na testa, dizendo que não teme a acusação de que se corrompeu para ajudar a Gerdau.

Jucá parece o sujeito aquele que não sabe direito o que está acontecendo (como o Geddel parece que não sabia) e que vai andar por aí com a flecha na testa, até tombar um dia com um flechaço, não de Janot, mas de um flechador amigo.

Jucá é o guri aquele do colégio que só parecia meio abobado, mas não sofria bullying, tinha alguma liderança e circulava sempre com as gurias mais bonitas, mesmo que não namorasse nenhuma.

Jucá é o amigão do líder do colégio. Ele acha que a turma do Supremo é da mesma turma dele. Jucá diz besteiras, parece meio distraído, meio simplório, meio bobão, ou se faz de distraído.

Por ser meio desleixado, Jucá será o próximo a tombar (já caiu e se levantou). Cairá antes do Padilha, que talvez escape das flechas do tucano Janot. Flechas não derrubam Padilha.

 

Watch Streaming Online Full Movie L’embarras du choix (2017)

Poster Movie L'embarras du choix 2017

L’embarras du choix (2017) HD

Director : Eric Lavaine.
Writer : Laurent Turner, Laure Hennequart.
Release : March 15, 2017
Country : France.
Production Company : Pathé Distribution, Sombrero Films.
Language : Français.
Runtime : 82 min.
Genre : Romance, Comedy.

‘L’embarras du choix’ is a movie genre Romance, was released in March 15, 2017. Eric Lavaine was directed this movie and starring by Alexandra Lamy

Do not miss to Watch movie L’embarras du choix (2017) Online for free with your family. only 2 step you can Watch or download this movie with high quality video. Come and join us! because very much movie can you watch free streaming.

Watch movie online L'embarras du choix (2017)
Incoming search term :

L’embarras du choix 2017 movie streaming
L’embarras du choix 2017 English Episodes Free Watch Online
live streaming movie L’embarras du choix 2017 online
L’embarras du choix 2017 Watch Online
L’embarras du choix live streaming film online
L’embarras du choix 2017 English Full Episodes Watch Online
L’embarras du choix 2017 live streaming movie
watch full L’embarras du choix 2017 movie
film L’embarras du choix
L’embarras du choix film trailer
L’embarras du choix 2017 Full Episodes Online
L’embarras du choix 2017 HD Full Episodes Online
movie L’embarras du choix
L’embarras du choix 2017 movie trailer
L’embarras du choix 2017 Online Free Megashare
Watch L’embarras du choix 2017 Online Free putlocker
L’embarras du choix 2017 For Free online
L’embarras du choix 2017 HD English Full Episodes Download
watch L’embarras du choix 2017 movie now
film L’embarras du choix trailer
L’embarras du choix 2017 English Episodes
Watch L’embarras du choix 2017 Online Putlocker
L’embarras du choix 2017 For Free Online
watch film L’embarras du choix 2017 now
L’embarras du choix 2017 Episodes Watch Online
download film L’embarras du choix 2017
download full film L’embarras du choix 2017
L’embarras du choix 2017 film download
L’embarras du choix 2017 English Full Episodes Download
film L’embarras du choix download
Watch L’embarras du choix 2017 Online Free megashare
watch full movie L’embarras du choix online
Watch L’embarras du choix 2017 Online Viooz
L’embarras du choix 2017 English Full Episodes Online Free Download
Watch L’embarras du choix 2017 Online Free
L’embarras du choix 2017 Episodes Online
Watch L’embarras du choix 2017 Online Megashare
movie L’embarras du choix streaming
watch L’embarras du choix 2017 film now
Watch L’embarras du choix 2017 Online Free Putlocker
L’embarras du choix 2017 Full Episode
L’embarras du choix 2017 English Episode
Watch L’embarras du choix 2017 Online Free Viooz
watch full film L’embarras du choix 2017 online
L’embarras du choix 2017 English Full Episodes Free Download
L’embarras du choix 2017 Full Episodes Watch Online
film L’embarras du choix streaming