Mais um

Poucos ofereceram tanta munição pretensamente ‘técnica’ para o golpe quanto João Augusto Nardes, ministro do Tribunal de Contas da União. Nardes foi o relator das contas de Dilma no TCU e concedia uma entrevista por dia para falar das pedaladas.
Era um dos líderes da cruzada ‘moral’ que provocou o golpe e acabou levando corruptos ao poder. Até que o nome dele começou a aparecer nas delações como recebedor de propina. Hoje, tem mais uma notícia sobre Nardes.
O ex-diretor da Petrobras Renato Duque delatou o ministro como recebedor de R$ 1 milhão, para que ele não apresentasse argumentos legais no TCU contra o contrato de uma plataforma metida em rolo.
A propina teria sido negociada em jantar na casa de Nardes, diz a notícia da Folha. E vai acontecer o quê?
Eu sei e quem me lê aqui também sabe muito bem o que vai acontecer. Por isso nem me arrisco a responder. Nardes anda sumido.