O show de Martina

Minha neta Martina conheceu neste domingo o foyer do Theatro São Pedro. Sentiu-se tão à vontade que decidiu fazer sua primeira apresentação. Aí está, cantando e dançando como se estivesse usando sapatilhas.
Em determinado momento, Martina foi ao vão do centro do salão, de onde se enxerga a entrada do teatro, e viu que lá estava, em uma foto recortada, em pé, a figura de dona Eva Sopher. Ali onde ela sempre esteve.
Ao seu lado, altaneiro, um fidalgo. O diretor João Antônio Pires Porto recebia quem chegava para o espetáculo O Fantástico Circo-Teatro de um Homem Só, com Heinz Limaverde.
Uma bela imagem. Dona Eva estava bem acompanhada e ao mesmo tempo bem representada.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas sentadas, mesa e área interna

O mar de Martina

Atendendo a inúmeros pedidos, publico essas fotos da minha neta Martina sorrindo. É que publiquei fotos dos netos no Dia da Criança e escolhi uma imagem de Martina meio blasé (ela adora fazer pose de artista).

Seus fãs e seguidores no Facebook ameaçaram recorrer ao Supremo, porque Martina é faceira demais. Então aí está a Martina sempre sorridente. Martina tem dois anos e não é sisuda. Martina é alegria.

Se não estivesse chovendo, hoje eu e a vó Virgínia iríamos caminhar de novo com Martina à beira do Guaíba.

Um dia, Martina andava pelo calçadão de Ipanema quando parou de repente, estendeu a mão em direção à imensidão de água e, como se encerrasse a polêmica se o Guaíba é um rio ou um lago, decretou:

– O mar.

………………………………………………………….

Estas são as fotos que publiquei no Face, em homenagem ao Dia da Criança. Eu e meus netos, Joaquim, Martina e Murilo.