O MASSACRE LEGALIZADO

A ordem é atirar, porque depois a Justiça dá um jeito. Por isso mataram um músico no Rio. Soldados do Exército dispararam 80 tiros no carro em que ele estava com a família.
Está na proposta do ministro Sergio Moro de atenuar os crimes das polícias. Está no discurso do bolsonarismo. O medo, a surpresa e a violenta emoção são as desculpas do fascismo. Atirem.
Se for negro, atirem 80 vezes com fuzis. Evaldo dos Santos Rosa era negro. Matam negros todos os dias. Negros e pobres. De cada 10 mortos por polícias no Brasil, seis são negros.
E os liberais brasileiros defensores da democracia, da lei e da ordem? Os liberais são os covardes desses tempos tenebrosos. Encolheram-se, esconderam-se, acadelaram-se.
Os liberais dos fóruns das liberdades agora fazem eventos para desfrutar do iluminismo de Olavo de Carvalho.
Revelam a verdadeira vocação para o fundamentalismo da extrema direita. Os liberais se lambuzam sem culpas no bolsonarismo.