Tocaia

Acreditem. A Folha colocou um jornalista de tocaia na frente do prédio de João Gilberto no Leblon. Pra quê?
Para que Álvaro Costa e Silva registre o momento da saída do gênio interditado pela família para um hospital e o alvoroço que isso provoca?
A Folha quer um flagrante do cotidiano e da decadência física de João Gilberto e pede que o repórter faça alguma poesia com isso? A ressurreição do novo jornalismo?
Se fosse uma rua que João Gilberto costumasse frequentar, mas ele vive recluso há décadas. Ninguém na volta sabe que existe um João Gilberto.
O jornalista escreveu hoje na Folha a respeito da tocaia. O título é este: “À espreita de João Gilberto”.
João Gilberto tem um fio de vida e não consegue mais nem se comunicar. Ainda sob os efeitos do porre interminável do golpe, o jornalismo fofo perdeu todos os escrúpulos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


2 + 9 =