Um deputado inconsolável

Circula pelos corredores da Assembleia a seguinte história. O deputado gaúcho que declarou guerra à sua colega Manuela D’Ávila, por causa da entrega da medalha do Mérito Farroupilha a Jean Wyllys, está com a autoestima em baixa.

Este deputado tentou homenagear o juiz Sergio Moro com a mesma honraria, apesar de dizer que o deputado carioca não fez nada pelo Rio Grande e que por isso não merece a medalha. Moro teria feito, não se sabe o quê.

O juiz de Curitiba, que já frequentou eventos variados com a participação de tucanos, rejeitou a homenagem. Dizem que o deputado proponente ficou inconsolável.

O próximo alvo dele é Deltan Dallagnol, o procurador da Lava-Jato que fez a famosa rosácea das bolinhas azuis no power point. Ele quer dar a medalha a Dallagnol.

E se o procurador também refugar? Talvez tente então seu grande ídolo, Jair Bolsonaro.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


7 + 6 =