UM DILEMA NO SARAU

Terça é dia de Sarau Elétrico no Ocidente. O entrevistado desta semana é Hélio Flanders, vocalista da banda Vanguart.
Dia desses fui ver minha amiga Rosa Maria Bueno Fischer conversar com o Luís Augusto Fischer (primo dela), a Kátia Suman e o Diego Grando.
Não tinha mais lugar, e o Fischer sugeriu que eu e outros que estavam em pé tentassem se acomodar nas mesas ocupadas. Olhei na volta e não havia cadeira.
Me encostei no balcão, com a perna direita cruzada na frente da esquerda, pedi duas doses de conhaque e fiquei imaginando a seguinte cena.
O Sarau vai receber Chico Buarque e já no meio da tarde não há mais lugar. Pouco antes do início da conversa, as pessoas vão se amontoando no balcão, e algumas estão sobre as árvores da Redenção, quando Fischer diz o seguinte:
– Pessoal, há uma cadeira vazia bem aqui na frente.
Kátia faz sinal com o dedo, olhando meio de lado, e Diego aponta com o queixo.
E na mesa estão Bolsonaro, Sergio Moro e o jaburu, porque eles também têm o direito gostar do Chico mais lírico. Todos tomam campari e cochicham.
Eis então o dilema. Tu estás ali, com a chance de ver Chico a meio metro de distância, mas a mesa com uma cadeira vazia é aquela.
O que fazer? Responda rápido, antes que chegue o Aécio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


3 + 5 =