Panvel arrependida

É diversionista a nota da Panvel sobre o presidente bolsonarista que fez o comentário a respeito de Jean Wyllys (de que pode ir embora porque não fará falta)..
Leiam a nota:
“A Panvel, em nome do presidente do Grupo Dimed, pede desculpas por sua postagem feita ontem à noite em uma rede social. A empresa tem como uma importante premissa o respeito às pessoas e a suas decisões individuais”.
Como a Panvel pede desculpas “em nome do presidente do Grupo Dimed”, se o comentário foi feito pelo presidente?
Se a Panvel é parte do grupo, subordinada ao presidente, como a Panvel pede desculpas em nome de quem a lidera? É a marca que pede desculpas, e não o indivíduo que disse que Jean Wyllys pode buscar o exílio porque não fará falta.
Tentaram fazer poesia com uma barbeiragem braba do executivo Julio Mottin Neto.
E o homem ainda deletou o comentário do Twitter. Os bolsonaristas deveriam ser mais convictos das posições que defendem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


4 + 4 =