A BOIADA DA BANDIDAGEM

Ricardo Salles é, em nome de Bolsonaro, o protetor de fazendeiros, grileiros, madeireiros, contrabandistas e garimpeiros da Amazônia. Salles deixa a boiada passar porque é mais do que omisso, tornou-se cúmplice e parceiro dos criminosos.

Salles é o preposto de Bolsonaro não só para fazer vista grossa e deixar a boiada passar. Ele passou a ser sócio nos negócios dos donos dos bois.

É o tema do meu artigo quinzenal no Extra Classe, com link logo abaixo:

https://www.extraclasse.org.br/opiniao/2021/05/a-boiada-da-bandidagem/?fbclid=IwAR0vXmYQgQ2CvtPxpSrvQLmVRt9kk_9_B_KunHLz1OJysquKi2ttLwpJn1M

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


1 + 2 =