A BOIADA E A CACHORRADA

O Datafolha anda quieto há muito tempo, porque suas últimas pesquisas só confundiram.

Mas a Folha pode reaparecer amanhã com uma consulta sobre a divulgação do vídeo.

E aí devemos estar preparados para uma notícia desagradável. É possível que o vídeo tenha ressuscitado Bolsonaro.

O que pode induzi-lo ao erro do excesso de confiança. Hoje, só a soberba pode derrubar Bolsonaro.

Ontem mesmo, logo depois da divulgação do vídeo, o sujeito voltou a dizer em público, na portaria do Alvorada, que recebeu informações privilegiadas de policiais sobre investigações no Rio, que envolveriam os filhos.

Alguma coisa acontecerá hoje ou amanhã na rampa do Planalto. Bolsonaro deve estar preparando a performance do fim de semana.

Se o Supremo deixar, o bolsonarismo pode atingir outro estágio, com a Polícia Federal, com Augusto Heleno, com Rodrigo Maia, com o coronavírus e com tudo.

Como disse Ricardo Salles na reunião dos bandidos, é a hora de passar a boiada. Com a cachorrada junto.

One thought on “A BOIADA E A CACHORRADA

  1. Vamos ver como o supremo que teve “coragem” para bater em lula vai se sair dessa sinuca de bico! Parece que está sendo milindrado por quem ajudaram a chegar lá! Enfim, o presidente usou uma linguagem adequada a suas primeiras falas de quando se apresentava como revolucionário! repete que deve haver protagonismo da população e bate nos “podres poderes”! o seu potencial instituinte é o amplo apoio da população orientada e disciplinada pelas igrejas populares! Apoio que o governo não tinha! a cruz a espada ou são as forças que determinam o rumo do brasil!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


8 + 5 =