A CONFISSÃO DO PROTETOR DE QUEIROZ

Frederik Wassef assume finalmente que escondeu Queiroz, em entrevista à Veja, mas a parte mais importante não é a que informa sobre um plano para matar o miliciano e, segundo ele, comprometer Bolsonaro.

A parte mais incisiva, que ao invés de defender acusa os Bolsonaros, é essa, que reflete também o que está acontecendo com ele agora.

É o momento em que Wassef acusa a quadrilha de abandonar os parceiros na estrada:

“O presidente Bolsonaro simplesmente cortou contato ou relação com Fabrício Queiroz. Da mesma forma, o senador Flávio Bolsonaro se distanciou completamente. E eu imaginei o que seria para aquela pessoa. De repente, não está mais com os seus amigos, doente e assediada. Não podendo andar na rua, não podendo ter uma vida normal”.

Wassef também se diz abandonado e sabe que nunca mais terá uma vida normal.

O advogado não está livrando a cara de Bolsonaro, ao tentar distanciá-lo do esquema de proteção a Queiroz. Está acusando toda a família de traição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


2 + 3 =