A direita argentina se irrita com Caetano

O jornal Página 12 traz uma reportagem hilária sobre as reações da direita argentina ao show de Caetano Veloso e dos filhos quinta-feira no teatro Gran Rex.

No final do show, começaram a gritar Lula livre no auditório. Moreno Veloso deu corda e o coro se avolumou.

Muita gente conhecida, como o economista macrista Roberto Cachanosky, reagiu muito mal. Cachanosky escreveu no Twitter que foi a um show de música e não a um ato político e pediu o ingresso de volta.

Outros seguiram na mesma toada, até porque um fora Macri entrou no baile.

O jornal pergunta: o que a direita vai fazer num show de Cateano Veloso, num momento em que ele assume sua militância pela libertação de Lula como parte do espetáculo?

O vídeo é do final, quando o público sai do teatro cantando:
“Macri ya fue, Vidal ya fue, si vos querés, Larreta también”.

Vidal é Maria Eugenia Vidal, governadora da província de Buenos Aires, e Larreta é Horacio Rodríguez Larreta, prefeito de Buenos Aires.

Um dia nós cantaremos como os argentinos cantam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


9 + 6 =