A ESTRELA DO COMBATE AO NEGACIONISMO

O Brasil descobriu que tem infectologistas, epidemiologistas e microbiologistas. Eles faziam um trabalho quase invisível, que agora aparece todos os dias no Jornal Nacional.

A fala e o rosto consagrados são os de Natalia Pasternak, pesquisadora do Instituto de Ciências Biomédicas da USP e presidente do Instituto Questão de Ciência. Natália é a acadêmica que a pandemia transformou em celebridade..

Nos anos 70, os sociólogos tentavam explicar nossas desgraças sociais. Nos 80, os economistas se dedicavam a decifrar as causas da inflação.

Hoje, os cientistas da saúde tentam nos defender dos negacionistas. Natalia é incisiva. Vale a pena publicar, para quem ainda não viu ou quer ver de novo, sua reação na TV Cultura.

A pesquisadora reagiu com irritação a uma reportagem da TV que tentou ser engraçadinha com os que negam a pandemia.

A reportagem acabou sugerindo que o melhor às vezes não é enquadrar quem não usa máscara e desrespeita o isolamento, mas deixar pra lá, fazendo abordagens com humor e leveza.

Abaixo, o link do vídeo com a reação de Natália:

https://youtu.be/0nZFVZnolD8

__________________________________________________________________

NA FRANÇA É PIOR
Para quem anda em busca de consolos, tem essa pesquisa feita na França por Le Journal du Dimanche: 56% dos franceses não pretendem se vacinar contra a Covid-19, 44% disseram que planejam se vacinar “em algum momento” e apenas 13% asseguraram que irão se vacinar logo.

Aqui, os que não pretendem se vacinar estão ao redor de 20%.
__________________________________________________________________

COM E SEM PRESSA
Bolsonaro lançou, no dia 15, um plano nacional de vacinação que não esclarecia planejamento algum.

Depois, passou a depreciar as vacinas, até dizer que ninguém iria apressá-lo para que deflagrasse a vacinação.

E ontem disse tudo ao contrário: “Temos pressa em obter uma vacina”.

Hoje, ele pode voltar a dizer que não é bem assim, e segue o baile. Bolsonaro enrola um país hipnotizado, resignado, acovardado, imobilizado.

__________________________________________________________________

A HORA DA VERDADE
Esta é a semana decisiva para que se esclareça a eficácia da CoronaVac. João Doria está em situação complicada, depois de adiar o anúncio dos resultados dos testes pelo Butantan.

Se a CoronaVac tiver baixa eficiência, pouco acima de 50%, Bolsonaro irá fazer a festa e Doria pode desistir da candidatura em 2022.

Até porque as pesquisas mostram que, mesmo com a inciativa de desenvolver a vacina com os chineses, sua popularidade não cresce.

__________________________________________________________________

Jornalistas pela Democracia


2 thoughts on “A ESTRELA DO COMBATE AO NEGACIONISMO

  1. Sobre Natália Pasternak, desde as primeiras aparições dela me identifiquei com suas considerações. Neste desabafo de sábado só consagrou de vez meu apreço por ELA e o sentimento de representação de alguém da CIÊNCIA. Por mais Natálias neste país.!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


8 + 9 =