A IMPUNIDADE DOS VIDENTES DA PESTE

Ainda andam por aí os videntes que viam a pandemia como um surto passageiro de uma gripe qualquer.

Mas chegou a hora de cobrar um pedido de desculpas de quem brincou com a peste e induziu as pessoas ao erro, ao risco e à morte.

Um deputado que fazia previsões, lá no começo, e continuou insistindo com suas teses negacionistas em entrevistas, deve admitir que fez uma aposta errada.

Não uma aposta em projeções completamente sem fundamento, mas numa estratégia política equivocada. A aposta foi essa: o vidente esperava ser reconhecido como o cara que subestimou a pandemia porque ela seria de fato apenas uma gripezinha.

Se acertasse, na contramão do que sempre disseram cientistas, infectologistas, médicos e profissionais da saúde do mundo todo, estaria consagrado.

Esse deputado e todos os que compartilharam suas profecias furadas devem se desculpar principalmente com os profissionais da saúde que protegem a vida de outros e arriscam a própria vida, enquanto o profeta ainda alardeia que, sem aglomeração, a peste passa logo.

Médicos e enfermeiros morreram e vão continuar morrendo porque o isolamento social foi tratado com desprezo e desrespeito pelos que seguiram e disseminaram as pregações de Bolsonaro.

Um dia, quem sabe, será preciso pedir mais do que uma admissão de culpa. Eles não só cometeram erros, eles induziram ao erro e ao contágio.

Vale para os jornalistas que continuaram ouvindo os pregadores da gripe inofensiva, apenas em nome de uma audiência a ser conquistada a qualquer custo.

Entrevistados e entrevistadores continuam induzindo à desinformação deliberadamente, apesar da realidade dos números de que o isolamento é a única forma de atenuar os contágios e evitar o colapso dos hospitais.

Veículos de imprensa que insistiram e deram até agora espaço aos videntes negacionistas da peste são cúmplices dos que estimularam as pessoas a continuar vivendo como se nada estivesse acontecendo. Todos, os videntes e os jornalistas, são da mesma turma.

3 thoughts on “A IMPUNIDADE DOS VIDENTES DA PESTE

  1. Tem razão Moises…
    Nossa RBS e alguns de seus profissionais tem muito a se explicarem….
    Se é q acham q tem alguma mea culpa nisso.

  2. Texto perfeito,MOISES.As entidades medicas responsaveis pelos negacionistas com a palavra,sob pena de desmoralizacao!

  3. Não desespere, mas acho que esse cara será nosso futuro senador. O maior partido destes pagos, conhecido também como rbs, já elegeu a dona do relho, a do Detran, o senador apresentador de tv que NINGUÉM mais recorda o nome… e por ai vai.

Deixe uma resposta para Carlos A.Fensterseifer Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


3 + 7 =