A BRAVURA DE LUCILA

É uma lição de destemor, de dignidade e de jornalismo a reação da apresentadora da TV argentina C5N Lucila Trujillo diante da agressividade machista do promotor Santiago Terán, durante um debate ao vivo sobre violência contra a mulher.

Vale a pena ver, como mais um exemplo da disseminação do fascismo e do ódio de autoridades contra as mulheres, não só no Brasil. E mais ainda como exemplo da valentia de uma jornalista.

(Abaixo, o link do texto do Página12. O vídeo está dentro do texto.)

https://www.pagina12.com.ar/283452-el-fiscal-que-agredio-a-la-periodista-cuando-hablaban-de-vio?fbclid=IwAR3MuybKHMfwX_pkmVVDCiK9C0dQ7-IIXkpq8cUXGrjE6gqLVwTzm0Cj1Xs

One thought on “A BRAVURA DE LUCILA

  1. Que interessante! Kkkkkk

    Então, ELE é “machista”? Kkkkkkk

    Eu não sei se ela é a favor ou não do porte de armas para mulheres, mas se ela não é, machista é ELA! kkkk. De orientação tão machista quanto as das mulheres que apoiam Bolsonaro.

    Essa é boa. Kkkk.

    ARMEM-SE MULHERES! ARMEM-SE. Apostou que metade das mulheres que morrem todos os dias estariam vivas hoje se tivessem como se defender. Legítima defesa.

    E os homens morrem de medo disso, não é? Kkkkkkkk

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


3 + 9 =