A MULHER E OS QUATRO MACHOS

É difícil escolher o momento mais chocante do julgamento do já famoso processo do chamado estupro culposo, de Santa Catarina, em que a moça que acusa é transformada em acusada.

Mas é fácil escolher o momento mais constrangedor para o Judiciário. É aquele em que o juiz Rudson Marcos pergunta se a blogueira e influencer Mariana Ferrer quer se recompor e tomar um copo d’água.

A moça é agredida com palavras pelo advogado da defesa, Cláudio Gastão da Rosa Filho, que exibe fotos dela que ele considera ginecológicas, a moça chora, tenta se defender, e o juiz quer saber se ela quer tomar um copo d’água.

Ao invés de determinar, com a sua autoridade, que o advogado cale a boca e pare de ofender a moça, o juiz entende que um copo d’água resolve tudo.

Ela para de chorar, toma a água, se recompõe e o advogado do acusado pode retomar o julgamento remoto e seguir atacando. São quatro homens e uma mulher indefesa, que chora ao ser humilhada e ofendida covardemente.

Esse quadro que aparece na foto é a cena do Brasil bolsonarista, em quase todas as instituições. Quatro homens e uma mulher indefesa. Quatro.

Não há salvação quando um juiz supõe que um copo d’água pode acalmar uma mulher agredida, enquanto quatro homens ficam calados.

Quatro homens. QUATRO. O advogado de defesa do acusado, que vira acusador da mulher, o promotor, o advogado que deveria defender Mariana e mais o juiz.

Dizer que é revoltante é pouco. Dizer mais do que isso é correr o risco de ser cercado e processado pelos machos que não socorreram Mariana enquanto ela era atacada.

Eles que se entendam com Gilmar Mendes, que classificou o caso como exemplo de tortura e humilhação. Também é pouco.

Todo mundo sabe que o sujeito acusado de estupro, André de Camargo Aranha, foi absolvido. Mariana já foi condenada.

(O vídeo com os constrangimentos estão no link abaixo)

https://theintercept.com/2020/11/03/influencer-mariana-ferrer-estupro-culposo/?fbclid=IwAR24WEcgLV1L5SvbYcULHXhIUa_qcMYPlUaA6zFk6-Aka5oxzlzPlXu02_k

2 thoughts on “A MULHER E OS QUATRO MACHOS

  1. LAMENTÁVEL. E ACHO QUE NÃO ESTÁ EM NOSSO HORIZONTE UMA POSSÍVEL REVERSÃO DESSE QUADRO, MUITO PELO CONTRÁRIO, SÓ TENDE A PIORAR.

    E QUAL SERIA A OPINIÃO DAS MINISTRAS DE NOSSA SUPREMA CORTE a respeito do comportamento dos colegas?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


4 + 3 =