A PISTOLA E A QUERMESSE

A loucura armamentista que imbeciliza o país teve um retrato perfeito no Rio, com o roubo de uma pistola na feira internacional sobre defesa e segurança.
Uma feira de defesa e segurança, tomada de seguranças e armas por todos os lados, não consegue se defender do roupo de uma pistola amarrada por um cabo de aço numa vitrine.
E assim o mico da semana fica com a Feira LAAD Defence & Security (o nome é bonito).
Levaram a pistola na cara dos expositores que vendem armas como medida de segurança para qualquer um.
E o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, o governador do Rio Wilson Witzel, e o prefeito do Rio, Marcelo Crivella, passaram por ali onde os especialistas em segurança foram roubados.
Enquanto isso, em Israel Bolsonaro dava tiros com um fuzil em bolas paradas num estande, como se divertisse numa quermesse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


9 + 6 =