A TERRA DA KU KLUX KLAN ENRUSTIDA

Esse pessoal que atirou gelo e restos de filé nos artistas em Gramado estava ali, mas poderia estar em Sorocaba ou Itaqui.
Nem estavam fingindo um verniz no ambiente do Festival de Cinema. Estavam comendo, bebendo e sentindo um friozinho.
É a chinelagem de classe média da direita branca e fascista. É gente de toda parte. Gramado, no centro de uma região tomada por direitistas, atrai esse tipo de reaça.
O Rio Grande do Sul todo atrai essas figuras como Estado bolsonarista. As zonas turísticas potencializam essa atração.
E eles continuam jogando gelo e filé porque ainda não jogamos o filé de volta na cara deles. O Brasil trata bem o bolsonarismo, até com certa delicadeza.
Os turistas chinelões do bolsonarismo ostentação se sentem impunes porque na cabeça deles aqui fica a terra da Ku Klux Klan enrustida.
Não estão muito errados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


5 + 1 =