Aleluia

A Lava-Jato tem quatro anos, mas pela primeira vez um tucano foi denunciado em São Paulo. É grande, mas é laranja. É o famoso Paulo Preto, homem de confiança de José Serra, flagrado por autoridades da Suíça com depósitos equivalentes a R$ 130 milhões.
Foi denunciado pelo MF Federal por peculato, corrupção e organização criminosa. Preto é conhecido como operador de propinas do PSDB. Agiu durante anos. E há anos todos sabiam que era o cara dos tucanos nos roloscom grana pesada.
Foi denunciado agora pelo desvio de verbas do programa de reassentamento da Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S/A), da qual foi diretor no governo tucano de Serra de 2007 a 2010.
O que acontecerá com Preto? Talvez aconteça o que aconteceu com os tucanos investigados há uma década por causa do cartel e das propinas do metrô paulista. Nada, nada, absolutamente nada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


3 + 6 =