ALIENAÇÃO

Em qualquer país sob alguma normalidade, mesmo que precária, o presidente da República sairia da clausura forçada e, curado da Covid-19, poderia pelo menos simular uma reunião com seus assessores.

Poderia tentar mostrar que estava de volta ao trabalho, ou até mesmo fazer um teatro em torno da ideia de dedicação ao país num momento grave.

Mas Bolsonaro monta na moto e sai a passear por Brasília como um adolescente alheio ao sofrimento e às mortes provocadas pela pandemia. Porque ele precisa reforçar a mensagem que está dando certo entre os seus apoiadores.

Ele é o sujeito mergulhado no alheamento em relação a tudo e não só à peste que mata mais de mil pessoas por dia. Sua imagem preferida é a da alienação total.

Bolsonaro é mais do que um bobo alegre. É alienado fingindo que governa para alienados que fingem que estão sendo governados.

One thought on “ALIENAÇÃO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


9 + 4 =