APENAS BANDIDOS

Bolsonaro disse na terça-feira, na posse de André de Almeida Mendonça no Ministério da Justiça, que a Polícia Federal não persegue ninguém, “apenas bandidos”.

Interessante observar os pensamentos que frequentam a cabeça de Bolsonaro depois da demissão de Sergio Moro.

A ideia de perseguição apareceu duas vezes na terça, na posse de Mendonça e depois na caminhada no fim da tarde.

E essa história de que a PF caça apenas bandidos também é de ser analisada. Porque Moro saiu dizendo que Bolsonaro queria o controle da Polícia.

E todo mundo sabe que Bolsonaro estava preocupado com as investigações da PF em torno dos seus filhos.
Apenas bandido? Por que essa preocupação com perseguir e caçar, mas apenas bandidos?

Quais bandidos? Por que Bolsonaro fala tanto em bandidos, assim como os filhos só falam disso.
Bandidos, bandidos, bandidos. Os Bolsonaros têm como obsessão falar de bandidos.

____________________________________________________________________________________________________

Um governante que calça os tênis e sai para caminhar no fim da tarde pelos gramados de Brasília, enquanto os brasileiros pobres morrem em casa, dentro de ambulâncias e em corredores de hospitais, enquanto faltam covas nos cemitérios, enquanto médicos e enfermeiros tombam na linha de frente de UTIs lotadas, sem equipamentos e sem remédios, esse governante é mais do que um incompetente, um indiferente, um desqualificado ou um alienado.

É um genocida com a cumplicidade de pelo menos um terço do país e de quase todas as instituições acovardadas. Tanta covardia teme o quê?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


5 + 8 =