APENAS REACOMODAÇÕES PROTOCOLARES

Poucos ainda se lembram, mas na terça-feira Bolsonaro dispensou dois generais, um almirante e em tenente-brigadeiro.

Não aconteceu nada de espetacular como reação da instituição às demissões. O que aconteceu mesmo foi uma reacomodação protocolar.
Na quinta-feira, Bolsonaro mandou embora o coronel Lamartine Barbosa Holanda, presidente da Funarte.

Um tenente refugado pelas Forças Armadas criou o maior esquema de humilhação de militares.

Bolsonaro humilha as Forças Armadas com métodos de destruição de reputações que jamais seriam imaginados (como a extrema direita insinua) por comunistas, socialistas ou anarquistas.

É uma humilhação sistemática e implacável.

_________________________________________________________________

NÃO MUDA NADA
Se Bolsonaro fosse substituído hoje por alguém com o mesmo perfil, esse novo Bolsonaro teria o mesmo apoio de um terço da população.
Porque o problema maior não é Bolsonaro.

__________________________________________________________________

AZEVEDOS
Na terça-feira, o ministro Fernando Azevedo desencadeou a maior crise do governo Bolsonaro, que resultou na demissão de todo o alto comando militar.

Ontem, Reinaldo Azevedo chamou Lula para a entrevista mais impactante e comentada do ano.

Agora há pouco, me ligou de Torres meu amigo Claudio Azevedo, com quem eu não conversava desde 2010, para me dizer que Bolsonaro cai em julho.

Quem tem parente, amigo, colega ou vizinho Azevedo deve aproveitar o que eles têm a oferecer no momento. Liguem para os Azevedos. Eu tenho 14 amigos Azevedos no Facebook.

Esta é a hora dos Azevedos. O melhor seria se tivesse um mordomo chamado Azevedo no Palácio do Planalto.

__________________________________________________________________

__________________________________________________________________

One thought on “APENAS REACOMODAÇÕES PROTOCOLARES

  1. A charge vai além. Enquanto os militares não são exonerados de seus cargos no governo, se aproveitam dos penduricalhos que recheiam seus já gordos vencimentos. Ainda mais em uma época em que o serviço público está proibido de falar sobre reajuste salarial, para agradar a todos Das forças militares, de vez em quando bozo faz um rodízio nos cargos militares e civis. E assim, todos agradecem o mito dizendo amém.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


1 + 6 =