PREFEITURAS PODEM FUNCIONAR COMO QUARTÉIS

Prefeituras e Câmaras de Vereadores podem ser tomadas no ano que vem por gente que usa armas. O UOL fez um levantamento no Nordeste e esta é a conclusão.

Oito das nove capitais nordestinas terão candidatos a prefeito este ano que são militares ou xerifes. Apenas São Luís foge à regra. Algumas cidades terão até mais de um concorrente.

São capitães, majores, coronéis, tudo gente fardada das Forças Armadas ou das polícias militares. Há também muitos agentes civis da área de segurança, a maioria delegados.

É o delegado Fulano, o coronel Beltrano, a comandante Sicrana. Em Aracaju, há o maior número desses profissionais e todos são delegados. Três devem ser confirmados como cabeça de chapa e uma será candidata a vice.

É o efeito Bolsonaro-Mourão na sua forma mais exacerbada. A política será militarizada não só na área federal. E não só no Nordeste. Não basta a esse pessoal concorrer a cargos legislativos. Eles querem mandar, pretendem chegar a funções executivas.

É o fortalecimento da chamada nova direita, que prega o armamentismo e o moralismo (mesmo que sejam seguidores de gente com o perfil da Flordelis), sempre com Deus acima de tudo.

Adoradores da bala e da Bíblia se misturam, e muitas vezes a mesma pessoa é do tiro e da reza ao mesmo tempo.

Com a ascensão desse contingente bolsonarista, Câmaras, prefeituras e Congresso (e em 2022 os governos estaduais) passam a ser extensões de quartéis, delegacias e igrejas evangélicas.

É gente que defende o uso da força e da bala, mas sempre com muita fé em Deus.

__________________________________________________________________

VIZINHOS
Oito moradores do condomínio de luxo Península, que por acaso fica na Barra da Tijuca, estão envolvidos em investigações sobre corrupção no Rio.

O prefeito Marcelo Crivella, chefe da quadrilha que lava dinheiro na Igreja Universal, é um deles. Os vizinhos honestos vivem assustados.

Teve até vizinho na Barra, mas nesse caso em outro condomínio, que convivia numa boa com um assassino de aluguel.

É perigosa a vida nos condomínios de luxo do Rio.

__________________________________________________________________

GUERRA À VACINA
A direita foi às ruas na Argentina no domingo mais uma vez. O pretexto é sempre o combate à quarentena, mas há algo mais motivando os macristas.

Eles acham que podem desestabilizar o governo e derrubar Alberto Fernández.

E cresce a guerra à vacina, como acontece no Brasil. Alguns vão dizer que é coisa de pobre. Não é.

O negacionismo é também coisa da classe média argentina e se manifesta em bairros de ricos.

__________________________________________________________________

BOLSONARO É O QUÊ?
Já vi ou já li pelo menos três jornalistas da grande imprensa dizendo que Bolsonaro é desenvolvimentista.

Dias desses li na Folha online um texto pretensamente profundo com este título:

“Despido da fachada liberal, Bolsonaro volta ao desenvolvimentismo”

Que história é essa? Volta como? E como despido? Bolsonaro ficou nu, eles viram e concluíram que o sujeito é desenvolvimentista?

Deve ser efeito da cloroquina.

__________________________________________________________________

BONI NO RODA VIVA
Hoje tem Boni no Roda Viva. Pode sobrar para a Globo, porque o homem sempre trata abertamente dos ressentimentos.

Cada vez que ouço falar de Boni me lembro de um texto dele na Veja, na área de gastronomia, em que assegurava, com certa candura, que há bons vinhos de US$ 100.

Nunca consegui comprovar.

__________________________________________________________________

UAU!!!!
Na manchete do Estadão online:
”Sistema criminal brasileiro é injusto com menos abastados e leniente com os poderosos”, diz Edson Fachin

__________________________________________________________________

O humor de The Caverá times

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


4 + 2 =