ATÉ OS CALHORDAS DEFENDEM O SUS

A pandemia mobiliza defensores do SUS que nunca reconheceram as virtudes e nem se solidarizaram com os dramas da saúde pública.

Na hora da verdade, é o SUS que socorre pobres, remediados e a classe média que empobreceu. E que agora também vai socorrer os ricos.

O SUS não vinha sendo ameaçado apenas pela extrema direita de Bolsonaro no poder. É atacado desde o golpe de agosto de 2016 pelas direitas bacanas, por tucanos aecistas, por pefelistas, por temeristas.

O grande plano de Paulo Guedes é transferir o que der da classe média para os planos de saúde, à força, e fazer o mesmo com a Previdência privada vendida pelos bancos. O resto que sobreviva como puder.

O projeto ainda incompleto de Guedes, não entregue aos banqueiros porque o Congresso reagiu, é o tal plano de capitalização para a previdência. As duas frentes, a da saúde e a da previdência, andam juntas nos projetos de desmonte articulados pela direita.

Mas como os brasileiros poderão pagar para ter saúde (75% dependem do SUS) e previdência, se hoje o que muita gente faz é saltar fora dos planos? Com a destruição do que resta de serviço público, paga quem conseguir pagar.

Mas na hora da verdade da pandemia, em que os planos sonegam a cobertura de serviços sem questionamentos do governo, sobrará para o SUS, com metade dos 47 mil leitos de UTI do país, bancados pelo dinheiro de todos e explorados também pela ocupação pelos planos privados.

O SUS, que não sonega socorro, vai levar, como sempre leva, as bordoadas pela inevitável superlotação que a pandemia irá causar.

Antes das bordoadas, com a chegada da peste, escuta-se a barulhenta mobilização inclusive de jornalistas defensores retardatários do SUS, que nunca haviam escrito uma linha sobre o sistema.

O SUS era coisa de pobre. Passa a ser cada vez mais coisa da classe média reacionária, decadente e empobrecida e também dos ricos que disputarão suas UTIs.

O SUS precisa ser salvo da extrema direita bolsonarista e dos calhordas oportunistas, que no fim são todos a mesma coisa.

2 thoughts on “ATÉ OS CALHORDAS DEFENDEM O SUS

  1. Caro MOISÉS, ha muito tenho este Posicionamento com relação ao sus. Estamos juntos nesta luta pelo sus com respeito dos cidadãos e dos gestores na destinação de recursos adequados a este importantissimo SISTEma de luta PELA DIGNIDADe de todos em ser humano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


4 + 9 =