BOLSONARO É UM MILITAR? EIS A RESPOSTA 

Jânio de Freitas, sempre ele, levanta hoje na Folha a questão que inquieta os quarteis: o que as Forças Armadas ganham com a tentativa de Bolsonaro de identificar seu governo com os militares?
O trecho que resume a inquietação é demolidor:
“Se preza tanto o Exército, por que Bolsonaro não agiu de modo a ser bem aceito nele? Citada várias vezes em dias recentes, a frase de Geisel é terminante: “Bolsonaro é um mau militar”. Indesejado por desordem e insubordinação, foi induzido e conduzido à reforma. A identificação é buscada, em parte está atingida, mas não é autêntica nem legítima”.
A manchete do jornal é exatamente sobre o risco de politização dos quarteis, admitido em entrevista pelo general Eduardo Villas Bôas, comandante do Exército.
As perguntas que todos fazem são estas: Bolsonaro é um militar, visto como militar, respeitado como militar ou que tem algum feito exemplar como militar a exibir? Não. Não tem nada.
A resposta de Villas Bôas a quem tem essas interrogações é categórica:
“A imagem de Bolsonaro como militar é uma imagem que vem de fora. Ele saiu do Exército em 1988. Ele é muito mais um político.
Ele foi muito hábil quando saiu para se candidatar a vereador, passou a gravitar em torno dos quartéis, explorando questões que diziam ao dia a dia dos militares. Ele nunca se envolveu com questões estruturais da defesa do país. Mas aí criou-se essa imagem de que ele é um militar.
Estamos tratando com muito cuidado essa interpretação de que a eleição dele representa uma volta dos militares ao poder. Absolutamente não é”.
Resumindo, se é que precisa, o artigo de Jânio de Freitas e a fala do general: se alguém votou em Bolsonaro achando que estava elegendo um militar fodão, enganou-se.
Foi logrado pelo WhatsApp ou pela própria ignorância, ou apenas pelo ódio ao PT, a Lula e ás esquerdas.
Bolsonaro nunca foi um tenente exemplar (ele se cercou agora de militares). Mas não é visto como um militar no poder. Dito pelo comandante do Exército. Acabou a conversa.

 

https://www1.folha.uol.com.br/poder/2018/11/bolsonaro-nao-e-volta-dos-militares-mas-ha-o-risco-de-politizacao-de-quarteis-diz-villas-boas.shtml

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


9 + 4 =