O ALMOÇO INDIGESTO PARA A ADIDAS

É risível a desculpa da Adidas para a presença da sua principal executiva no Brasil, Flavia Bittencourt (foto), no almoço de quinta-feira com Bolsonaro, quando o sujeito atraiu 40 executivas e empresárias.

Esta é a nota esdrúxula:

“A Adidas esclarece que a participação de Flávia Bittencourt no almoço que contou com a presença de membros do Governo Federal teve como objetivo participar de discussões relevantes para a sociedade. Na pauta, dentre os principais assuntos propostos figuraram a equidade de gênero e a maior participação das mulheres nos setores públicos e privados, temas que há muito fazem parte das causas defendidas pela executiva. Reforçamos ainda que a presença da executiva no evento não representa qualquer posicionamento político da companhia, que possui uma visão apartidária em todos os países em que atua”.

Entenderam? A Adidas manda a Brasília uma mulher poderosa, a sua mais importante executiva no Brasil, conversar sobre equidade de gênero e participação das mulheres nos governos e nas empresas. E o interlocutor é o líder do machismo da extrema direita brasileira.

Um sujeito processado pelas agressões covardes com insinuações de
estupro contra a deputada Maria do Rosário e que se diverte fazendo comentários machistas e homofóbicos.

Só faltou a nota dizer que Bolsonaro e a chefona da Adidas (sem máscara nas fotos) debateram o feminismo no Brasil.

E tem mais um detalhe. O almoço, segundo a Adidas, não foi com Bolsonaro, mas com “membros do governo federal”.

Que conversinha. Ainda bem que eu nunca usei nada da Adidas, nem aqueles ridículos calções apertadinhos com as três listas. Juro que não usei.

_________________________________________________________________

O HUMOR DO THE CAVERÁ TIMES

2 thoughts on “O ALMOÇO INDIGESTO PARA A ADIDAS

  1. nINGUÉM FOI À bRASÍLIA, O CONVESCOTE FOI REALIZADO EM sÃO pAULO,PARA ONDE SE JOGOU O “INOMINÁVEL” E SUA ENTOURAGE. o EVENTO, CAPITANEADO POR UMA GAÚCHA QUE DEIXOU OS PAGOS E TENTA GANHAR A VIDA EM sp, CONTOU TAMBÉM COM A PRESENÇA DE gUEDES “O BOLSONARO QUE FOI A hARVARD”, COMO DIZ rODRIGO mAIA. dO GRUPO REUNIDO, A MAIORIA SE OCUPA DE GASTAR OS DIVIDENDOS GANHOS COMO ACIONISTA. a EXECUTIVA EM QUESTÃO CAIU NA ARMADILHA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


9 + 1 =