É preciso mais do que bater panelas

Os argentinos vão se dedicar no Natal ao esquecimento e ao aprendizado do que tentaram fazer no 20 de dezembro, como fazem todos os anos, e não deu certo. Agora, é pensar na invertida, depois dos 7 a 1 de Javier Milei e Patricia Bullrich. Mesmo que até as esquerdas brasileiras não admitam, pela frustração

Começa o enfrentamento do fascismo em Buenos Aires

O mais bem informado dos argentinos não tem como prever o que acontecerá a partir desta terça-feira em Buenos Aires. O povo estará nas ruas contra o fascista que chegou ao poder. Mas não é o povo disperso, nem a classe média que um dia se junta para caminhar contra o governo, como fizeram pelo

Uma obsessão do presidente fascista preocupa os judeus argentinos

O jornal La Nación publicou reportagem que aprofunda uma das tantas questões controversas envolvendo Javier Milei: sua obsessão em dizer que é amigo de Israel e dos judeus e a decisão de converter-se ao judaísmo. Por que essa exposição pública, que alguns consideram uma farsa e que o coloca ao lado de líderes da direita

Não vá a Buenos Aires no dia 19

Começa no dia 19 de dezembro em Buenos Aires e pode terminar ou não no dia 20 o primeiro grande confronto entre Javier Milei e os movimentos sociais. Não será bom passear pela cidade nessas datas, na terça e na quarta-feira. Ao anúncio das organizações populares de que iriam demarcar território e ir às ruas,

Fascista argentino chama as organizações sociais para a guerra

No quarto dia de governo, Javier Milei mostrou as unhas para os trabalhadores, os sindicatos e as organizações sociais argentinas. Patricia Bullrich, sua ministra de Segurança, anunciou à tarde um pacote com “sanções severas” aos organizadores de manifestações de rua. Dois atos já estão programados, muito antes da posse do sujeito, para os dias 19

O fascismo argentino e a tática do terror

O que Javier Milei chama de choque é na verdade a disseminação do terror, nos dois primeiros dias de governo. A Casa Rosada já alertou, pelo porta-voz Manuel Adorni e pelo ministro da Economia, Luis Caputo, que haverá hiperinflação. E o primeiro pacote saiu nesta terça. O chamado dólar oficial foi corrigido de 366 para

A área que o Brasil tomou do Uruguai

O Rio Grande do Sul oferece ao Brasil uma pauta para ser estudada em sala de aula, enquanto todo mundo dá palpite sobre o conflito Venezuela-Guiana. Essa é a pauta. Há também na fronteira entre Brasil e Uruguai uma área contestada pelos uruguaios há muitas décadas. É o bico que aparece no mapa acima, com