O ESQUECIDO JOÃO ANTÔNIO

Para não falar só de golpe. A Folha republicou a lista com 200 livros que ajudam a entender o Brasil. Listas sempre se prestam a ‘faltou esse e não deveria ter entrado aquele’. Por isso mesmo são listas. Mas o que se percebe numa hora dessas é que parece que falta sempre um nome que

AINDA SOBRE MACHADO

Um texto domingueiro sobre a controvérsia em torno da leitura de clássicos por adolescentes, provocada por Felipe Neto. Escrevi ontem sobre o assunto (está nas postagens anteriores) e hoje publico um texto com posição inversa, que compartilho do original no Facebook, porque assim funciona o bom debate, que ajuda a ressuscitar a obra do Machadão.

MACHADO, FELIPE E TENÓRIO

O Brasil dos influenciadores e youtubers ressuscita, como se fossem novos, velhos debates do século 20, quando muita gente era criança lá em Barbacena. É o caso da provocação de Felipe Netto de que “forçar adolescentes a lerem romantismo e realismo brasileiro é um desserviço das escolas para a literatura”. É dureza ler os decretos