SAUDADE DOS ROLOS E DA CENSURA DA FAMÍLIA SARNEY

A Polícia Federal investigava a família Sarney, em 2009, quando grampeou uma conversa de José, o patriarca, com uma neta. Sarney era o presidente do Senado. O áudio da conversa, divulgado pelo Estadão, revelava um diálogo marcado pela ternura. A neta queria um emprego para o namorado. Sarney reclamava da discrição e da timidez da